EQUIPE PROFAUNA



Tiago de Carvalho Leite - Coordenador Geral
tiago.leite@profauna.org.br

Graduado em Ciências Biológicas-Licenciatura pelo Centro Universitário Módulo – Caraguatatuba (SP). 

Desde 1997 tem sido contratado pelo Projeto Tamar, prestando serviços na maior parte do tempo na Base de Ubatuba (SP), onde ocupou o cargo de Auxiliar Técnico e realizou atividades de educação ambiental, conscientização, manejo e pesquisa de tartarugas marinhas. Trabalhou também na Base de Fernando de Noronha (PE), Pirambu (SE), da Ponta dos Mangues (SE), de Abais (SE), de Arembepe (BA), de Almofala (CE) e nas Sub-bases de Volta do Rio (CE), de Busca Vida (BA), de Sítio do Conde (BA) e de  São Francisco de Itabapoana – Base Bacia de Campos (RJ).

Realizou estágio e posteriormente foi contratado no Núcleo Picinguaba do Parque Estadual da Serra do Mar (Ubatuba). Atuou também na temporada reprodutiva 2011-2012 das tartarugas marinhas na Reserva Biológica do Atol das Rocas (ICMBio/Ministério do Meio Ambiente) e foi Observador Científico de Bordo formado pelo curso de Capacitação e Formação Observadores Científicos de Bordo em Embarcações Pesqueiras do Ministério da Pesca e Aquicultura (MPA), tendo atuado por cerca de 4 anos e meio no projeto. 

Dimas Marques - Coordenador Técnico e de Comunicação Social
dimas.marques@profauna.org.br

Formado em Jornalismo e Letras pela Universidade de São Paulo (USP), com pós-graduação lato sensu em "Meio Ambiente e Sociedade" pela Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo (FESPSP). É mestre em Ciências pelo Diversitas - Núcleo de Estudos das Diversidades, Intolerâncias e Conflitos da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (FFLCH/USP), onde pesquisou a cobertura do tráfico de animais silvestres por jornais de grande circulação brasileiros.

Atua na imprensa desde 1994, com trabalhos desenvolvidos na rádio CBN, no jornal Diario Popular/Diário de S. Paulo e nas revistas Mergulho, Horizonte Geográfico e Terra da Gente. Foi assessor de comunicação da Fundação Florestal do Estado de São Paulo, atuou em publicações do Instituto Florestal do Estado de São Paulo e como professor do curso livre “Comunicação Ambiental” do Senac São Paulo. 

É editor do site Fauna News e pesquisador do do Grupo de Pesquisa em Ética e Direitos dos Animais do Núcleo de Estudos das Diversidades, IntolerÂncias e Conflitos da Faculdade de Filosofia, Letas e Ciências Humanas da Universidade de São PAulo (Diversitas-FFLCH-USP).

Wladmir dos Santos - Assistente de Comunicação Social
wladmir.santos@profauna.org.br

Bacharel em Design Gráfico pela Universidade Estácio de Sá desde 2007. Atuou em diversos trabalhos na área ambiental, propondo soluções gráficas voltadas para o tema. Ilustrador da linha de estampas "Born To Be Wild" do PROFAUNA e do logotipo da organização. Atualmente cursa Administração de Empresas na Universidade Castelo Branco, é ilustrador e fotógrafo amador. 

Alexandre Henrique Rodrigues
alexandre.roddrigues@profauna.org.br

Graduado em Ciências Contabeis pela Universidade de Taubaté (Unitau) com pós-graduação lato sensu em Adminsitração Financeira e Auditoria em Enmpresas pelo Instituto Nacional de Pós Graduação (INPG). Está concluindo os cursos de Técnico Ambiental e de Gestão em Educação Ambiental.

Já desenvolveu inúmeras atividades voluntárias em Ubatuba (SP), com destaque às atividades junto ao Exército da Salvação, à Associação Domingas Dias e ao Projeto Amigos do Mamute.

É fotógrafo e está se espacializando na captação de imagens da vida selvagem. Também trabalha com drones.

Carlos Magno Melo Braga
carlos.braga@profauna.org.br

Graduado em Ciências Biológicas-Licenciatura pela Universidade Paulista (Unip), em Pedagogia pela Faculdade Integrada do Brasil (Fibra) e pós-graduado em Educação Ambiental pela Faculdade da Lapa (FAEL)

Desde 2007 trabalha como professor das redes pública e particular do Ceará, atuando nos ensinos fundamental e médio nas disciplinas de Ciências e Biologia. Sempre busca levar para a sala de aula práticas voltadas para a conscientização ambiental, proporcionando um processo de alfabetização ecológica.

Desenvolveu projetos de educação ambiental, entre eles o “Meio Ambiente Começa no Meio da Gente”, 1º Lugar no “Prêmio Educação: a base de um futuro melhor” promovido pela Secretaria de Educação de São Gonçalo do Amarante (CE) em 2009.

Lilian Natalia Lavras da Silva
lilian.lavras@profauna.org.br

Graduanda em Ciências Biológicas pela Universidade de Taubaté (Unitau) e técnica em análises clínicas.

Na universidade já desenvolveu diversos projetos. No Museu Didático do Corpo Humano da Unitau, atuou como monitora recebendo escolas dos ensinos fundamental, médio e técnico, além de estudantes da própria instituição. Também realizou atividades fora da  universidade, levando o museu e suas peças anatômicas a escolas e feiras em várias cidades paulistas.

Por meio do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (Pibid/Capes/MEC) desenvolveu junto a seus colegas projetos enfatizando educação ambiental através dos conteúdos ministrados em sala de aula. O trabalho foi realizado em duas escolas do ensino fundamental de Taubaté (SP). Estagiou pelo período de um ano em laboratórios de análises no Hospital Universitário de Taubaté no ano de 2007.

Apresentou artigos científicos na área de Ecologia e Educação Ambiental em congresso promovido pela universidade. Integrou o Diretório Acadêmico do curso de Biologia.

Atua como tratadora e cuidadora de animais silvestres desde 2015. Em 2018 e 2019, prestou serviços para a empresa Safari Pet Center e o Zoológico Mundo dos Répteis em Taubaté. Também trabalhou com educação ambiental pela empresa Mundo Exótico de Taubaté em 2019. Presta serviços de consultora e orientadora de manejo e alimentação de animais pet não convencionais.

Denuncie

O combate ao tráfico de animais silvestres é responsabilidade de todos nós e não apenas dos órgãos de fiscalização do poder público. Toda a sociedade tem de se envolver nessa luta! Sua omissão contribui para que animais continuem sendo vítimas dos traficantes. Saiba como denunciar e o que você pode fazer para ajudar.

Parceiros